O País – A verdade como notícia

Programa Mundial de Alimentação apoia países pobres no combate a COVID-19

O Programa Mundial de Alimentação iniciou o envio de 350 voos de ajuda humanitária por mês a países pobres para combater a pandemia da COVID-19. Burkina Faso foi ontem o primeiro país a beneficiar-se da ajuda.

São vários países do mundo em estado de vulnerabilidade causado pela COVID-19. Para atenuar o impacto da pandemia, o Programa Mundial de Alimentação tem um plano de enviar 350 voos de ajuda por mês a países em vias de desenvolvimento.

Estima-se que 120 países poderão beneficiar-se dessa ajuda que incluem equipa médica e material de saúde. Os principais aeroportos a ser explorados são Acra, Adis Abeba, Joanesburgo, Dubai, Cidade de Panamá, Xangai e Dubai.

O maior desafio da ONU tem sido o transporte aéreo, numa altura em que vários países suspenderam voos, e os aviões de carga quase que quadruplicaram o preço.

Burkina Faso foi, esta quinta-feira, o primeiro país a receber o voo da ONU, que partiu da Bélgica carregado de 16 toneladas de material de saúde, incluindo máscaras, luvas e seringas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos