O País – A verdade como notícia

Produtos não fortificados serão retirados das prateleiras em 2018

A partir de Março do próximo ano todos os produtos não fortificados com vitaminas e minerais serão retirados das prateleiras das lojas em Moçambique. O Governo interditou ainda a importação desse tipo de produtos.

Estima-se que em Moçambique 43% das crianças dos zero aos cinco anos sofrem de desnutrição crónica e o país perde anualmente mais de 16 biliões de Meticais devido à improdutividade resultante da malnutrição. E para reverter este quadro o Governo decidiu que a farinha de milho, de trigo, o óleo, o açúcar e o sal produzidos e comercializados em todo o território nacional devem estar fortificados com micronutrientes, como ferro, ácido fólico, zinco e vitamina A. E a Inspecção de Actividades Económicas (INAE) deve garantir o cumprimento dessa decisão.

Atendendo que parte dos produtos fortificados são importados da África do Sul, os importadores devem exigir que os seus fornecedores cumpram com as regras estabelecidas no país.

Desde Setembro passado que está interdita a importação de produtos alimentares não fortificados no país e a sua comercialização em território nacional.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos