O País – A verdade como notícia

Produção industrial reduz 1,9% no quarto trimestre de 2020

A produção das indústrias nacionais cai 1,9% entre Outubro e Dezembro do ano 2020, comparativamente ao mesmo período do ano 2019, revela o mais recente relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE), o Índice de Produção Industrial.

De acordo com o documento, acabado de ser publicado na página electrónica do INE, como consequência, o volume de negócios das empresas industriais abrandou 11,6% durante o período em análise e o nível de emprego reduziu 13,3%.

“A variação homóloga negativa do Índice de Produção Industrial (IPI), no período em análise, foi influenciada por todos os bens industriais produzidos, excepto os bens de consumo não duradouros”, aponta o documento que analisa três meses.

O relatório indica, ainda, que dos bens industriais cuja produção encolheu, destaque vai para energia e bens intermédios, com uma redução da produção no quarto trimestre de 2020 face ao mesmo período de 2019, na ordem de 29,5% e 21,6%, respectivamente.

“A queda do índice de volume de negócios foi associada aos contributos negativos de todos os industriais, com a excepção dos bens intermédios e dos bens de equipamentos”, conclui o INE.

No entanto, a queda do índice de emprego entre Outubro e Dezembro de 2020, em relação ao igual período de 2019, foi influenciada mais pelas indústrias de produtos alimentares, bebidas e tabaco, com um peso de 18,6%, bem como as indústrias de madeira, papel, pasta e impressão que viram o emprego cair 2,8%.

O INE diz, porém, que as remunerações seguiram outro caminho, registando aumento, com ênfase para os salários na indústria extractiva, com 12,9%, indústrias alimentares, bebidas e tabaco, com subida de 11,3%, e, por fim, as indústrias de minerais não metálicos com aumento de 7,4%.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos