O País – A verdade como notícia

Produção de energia aumentou em 21% ano passado

A Electricidade de Moçambique (EDM) registou um aumento da produção própria de energia em 21%, no ano de 2021, relativamente ao período homólogo de 2020. A instituição avança, também, que houve um acréscimo do volume total de vendas em 9%, quando feita a mesma comparação.

O Presidente da República lançou, em 2020, o Programa de Electrificação dos Postos Administrativos até 2024. Na altura, dos 416 Postos Administrativos que o país possui, 281 já tinham sido abrangidos, faltando um total de 135 que deviam ser electrificados até 2024.

Já no ano de 2021, a EDM divulgou, através de um relatório, resultados positivos, com destaque para a facturação de cerca 559 milhões de Meticais de energia recuperada, a instalação de 17 mil contadores inteligentes em clientes de grande consumo e o georreferenciamento de clientes de 630 PT na Cidade e Província de Maputo.

A empresa pública de produção, transporte, distribuição e comercialização de energia eléctrica alcançou, pela primeira vez, a cifra das 300 mil novas ligações. Segundo o documento da EDM apresentado à Comissão de Plano e Orçamento, a que a Redacção do jornal “O País Económico” teve acesso, a produção de energia aumentou em 21%, e houve ampliação do fornecimento da Hidroeclétrica de Cahora Bassa (HCB) em 5%, no ano de 2021, quando comparado a 2020.

A ocorrência de defeitos no sistema de transporte que evacua energia das IPP, e também os incidentes nas centrais, contribuiu para o aumento da importação em 8%, de modo a atender às emergências.

O mesmo relatório avança, outrossim, que a EDM registou um aumento do volume total de vendas em 9%, resultante da entrada de novos clientes, aumento das exportações e redução das perdas de energia em 17 pp, como consequência do aprimoramento das acções de protecção de receita e combate às ineficiências.

A EDM partilhou informações sobre iniciativas em curso para melhorar a qualidade de energia, entre as quais o Projecto PERIP, que vai, a breve trecho, aperfeiçoar a qualidade de energia e reduzir o elevado nível de perdas técnicas.

Ainda no relatório, produzido com base num estudo aprofundado sobre a viabilidade de electrificação, foi possível mapear e estabelecer um cronograma que orienta a Electricidade de Moçambique e o Fundo de Energia (FUNAE), na electrificação de 135 Postos Administrativos até 2024, sendo 94 através da rede eléctrica nacional e 41 por meio de sistemas isolados, respectivamente.

Refira-se que, no âmbito da iniciativa presidencial a que temos vindo a citar, foram já electrificados 34 (27 REN+7 Off Grid) Postos Administrativos, e está em curso a electrificação de 16, através da rede eléctrica nacional, e três pelas mini-redes alimentadas por sistemas de painéis solares.

A empresa provedora de energia no país revelou, também, que já está a levar a cabo acções de combate ao roubo e vandalização dos equipamentos técnicos, com destaque para instalação de Centros de Controlo de Medição, para monitorar o consumo dos grandes clientes; georreferenciamento por posto de transformação; substituição de contadores pré-pagos integrados por Split; realização de inspecções a clientes; e auditoria aos sistemas de medida dos clientes de grande consumo.

No que diz respeito aos danos provocados pelos ciclones que assolaram, recentemente, o país, o caso do “Gombe”, a EDM notificou grandes perdas e houve necessidade de garantir uma resposta para evitar que as zonas afectadas ficassem sem energia eléctrica.

A empresa solicitou empreiteiros para trabalharem em Nampula, alocou técnicos e viaturas para Quelimane, Mocuba e Pemba e contratou uma mão-de-obra local, em número de 300 técnicos.

Foi usado material local e outra parte foi reaproveitada das infra-estruturas existentes. Os postes foram cortados e reimplantados onde fosse possível, enquanto a EDM mobilizava mais material dos fornecedores. Em locais onde fosse impossível, foram implantados novos postes.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos