O País – A verdade como notícia

PRM frustra tentativa de roubo de 4500 litros de combustível na Matola

Tentativa de roubo de mais de 4.500 litros de combustível resulta na detenção de seis indivíduos incluindo um guarda, na província de Maputo. A quadrilha foi flagrada com mais de 150 bidons de 30 litros no terminal dos combustíveis da Matola.

No total são sete indivíduos que se dedicavam ao roubo de combustível nos tanques da Petromoc na Matola, mas um dos participantes conseguiu escapar da polícia tendo sido neutralizado apenas seis.

Os envolvidos nesta acção dizem que desconhecem o mandante e consideram que foram enganados para enveredarem pelo crime.

Os larápios diziam-se transportar em duas viaturas do tipo mini bus com faixas de Malhampsene/Mozal e Patrice-Lumunba /Anjo Voador.

A primeira vista pode se pensar que os dois mini bus estariam a transportar passageiros, mas os motoristas optaram em via rápida entrando no mundo do crime.

Sem sucesso a quadrilha foi flagrada no armazém a tentarem roubar combustível na noite do domingo. Um dos integrantes do grupo disse ao jornal “O País” que foi enganado e o guarda diz não ter percebido a entrada dos meliantes.

“ Eu não sabia que na verdade era para irmos roubar combustível, quando aquele senhor chegou fiquei confiante de que íamos fazer um trabalho licito e não roubar coisas de dono. Quando chegamos no local ele depois sumiu por 30 minutos e de repente apareceu a Polícia e nos prenderam”, disse um dos membros da quadrilha que não quis ser identificado.

Segundo o porta-voz da Policia da Republica de Moçambique (PRM) Fernando Manhiça, esta não é a primeira vez que casos dessa natureza acontecem e a Polícia já abriu os autos para o seguimento legal do caso.

Em 2015, o roubo de combustível nesta terminal culminou numa explosão que originou mais de 17 mortos e vários feridos. Esta foi uma das piores tragedias assistidas nos últimos três anos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos