O País – A verdade como notícia

Presidente do Incomáti afirma: “Somos justos vencedores”

O Incomáti de Xinavane garantiu a sua presença no Moçambola do próximo ano, depois de vencer, recentemente, as Águias Especiais por 4-0, no último jogo da segunda divisão pela zona sul.

A direcção do Incomáti do Xinavane, equipa técnica e os jogadores dizem que a qualificação para o Moçambola 2018 foi fruto de muito trabalho, mas reconhecem que devem organizar-se para evitar a descida de divisão.

“O que esteve atrás do sucesso é a organização. As pessoas pensavam que o Grupo Desportivo de Incomáti, por estar fora da capital, não podia fazer milagre. Mas fizemos. Segredo foi nos organizarmos, nunca devemos salários aos jogadores. Procuramos sempre no máximo sermos transparentes na condução do desporto”, disse o presidente do Incomáti, Pedro Nyamahuku, para depois afirmar, “Nós vamos sentar agora para começarmos a delinear estratégias do próximo ano no Moçambola, vermos se estamos preparados, principalmente com os sócios. Não prometemos ganhar o campeonato”.

Danito Nhampossa continua ou o não?

O presidente do Incomáti questionado sobre a continuidade do técnico Danito Nhampossa disse, “Não posso adiantar se continua ou não, porque são coisas que temos que decidir internamente. Mas sobre o reforço de jogadores não posso adiantar, o que sei é vamos para uma outra competição, então, o mister vai decidir”.

Para celebrar o regresso à máxima prova futebolística, grande número de adeptos deslocou-se, no domingo, ao local do jogo, onde se assistiu uma verdadeira festa nas bancadas no campo do Costa do Sol, com apitadelas, batucadas, vuvuzelas, cânticos, entre outras formas de manifestação de alegria. Havia razão para isso, é que 5 anos depois festejavam e sentiam o sabor de regressar à fina flor do futebol moçambicano.

Missão cumprida

O jornal O País ouviu Danito Nhampossa, o treinador que comandou o Incomáti de volta ao campeonato nacional do próximo ano, este reagiu dizendo “o sentimento é de missão cumprida, hoje foi mais uma vitória, mas, ao longo do campeonato, a equipa foi demonstrando que tem qualidade. Nos qualificamos com todo o mérito e não há margens para dúvidas”.

Incomáti vence no último jogo

Indo ao jogo de consagração, os “açucareiros” apresentaram o futebol mas esclarecido e a passagem do minuto 16 beneficiaram de uma grande penalidade. Altino chamado a cobrar fez o um a zero para a formação do Xinavane, resultado com que se foi ao intervalo.

Na segunda metade da partida, os “açucareiros” continuaram a mandar dentro das quarto linhas, tendo chegado ao segundo golo aos 59 minutos por intermédio de Chiquinho.

Instantes depois, Santos de cabeça fez os três a zero para os treinados de Danito Nhampossa, respondendo muito bem ao cruzamento de Jafet, que veio do banco e desequilibrou ao nível do meio campo.

Quando se pensava que o resultado ia manter-se até ao fim do jogo, eis que aos 92 minutos Santos bisou e fixou o resultado final em quarto a zero, para o Grupo Desportivo de Incomáti, colectividade fundada em 1957.

Com a subida do Incomáti fica completo o tridente das equipas que sobem para o Moçambola do próximo ano. No norte subiu o Sporting de Nampula e no centro a UP de Manica.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos