O País – A verdade como notícia

Presidente do Burkina Faso demite-se após golpe de Estado

Foto: Notícias ao Minuto

O Presidente do Burkina Faso, Roch Kaboré demitiu-se hoje, em consequência do golpe militar no domingo. De acordo com a imprensa internacional, o Chefe de Estado disse que se demitia numa carta dirigida ao novo homem forte do país, o tenente-coronel Paul Henri Sandaogo Damiba.

Centenas de pessoas saíram à rua, na capital do Burkina Faso, para apoiar o golpe militar no domingo. Na noite do mesmo dia, houve tiros e tumultos junto ao Palácio presidencial.

Na segunda-feira, os militares anunciaram que tomaram o poder, detiveram o Presidente da República, encerraram as fronteiras e impuseram um recolher obrigatório das 21 às 05 horas em todo o país.

Como consequência do acto, o Presidente deposto, Roch Kaboré, demitiu-se, segundo uma carta dirigida ao tenente-coronel Paul Henri Damiba, o novo homem forte do país, refere a imprensa internacional.

“No interesse da nação, na sequência dos acontecimentos de domingo, decidi demitir-me das minhas funções de Presidente, Chefe de Governo e Comandante Supremo das Forças Armadas Nacionais. Deus abençoe o Burkina Faso”, escreveu o governante deposto.

De acordo com o porta-voz do Movimento Patriótico para a Salvaguarda e Restauração, o derrube de Kaboré visa permitir que o país regresse ao caminho certo e reúna forças para lutar pela sua integridade territorial.

Os militares, cujo golpe foi condenado pela União Africana e pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, comprometeram-se a propor, dentro de um prazo razoável, um calendário para o regresso à ordem constitucional.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos