O País – A verdade como notícia

Presidente da Tunísia exonera 20 altos funcionários

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, decretou na terça-feira a exoneração de 20 altos funcionários governamentais, poucos dias depois da destituição do primeiro-ministro, Hichem Mechichi, e da suspensão do parlamento por um período de 30 dias.

Segundo avança o Notícias ao Minuto, desde o domingo passado, e após uma jornada de manifestações de protesto em todo o país, Kais Saied avançou com várias medidas excepcionais, que também envolveram o afastamento dos ministros interinos da defesa e da justiça, Ibrahim Bartaji e Hasna Ben Slimane, respectivamente.

Para o Presidente, estas medidas visam “recuperar a paz social e salvar o Estado e a sociedade”, o que para a oposição é classificado como um “golpe de Estado”.

Na lista de responsáveis exonerados, publicada na terça-feira constam, entre outros, o procurador-geral da república, o secretário-geral do governo, o director de gabinete da presidência do governo, o chefe da autoridade geral para os resistentes, mártires e feridos da revolução e operações terroristas e ainda vários conselheiros do ex-primeiro-ministro.

Num comunicado de imprensa, o partido islamita Ennahda, a principal força política no parlamento tunisino e parceiro do Governo, defendeu, na segunda-feira, um diálogo político para ultrapassar a crise e o clima de instabilidade que se instalou no país, apelando a Kais Saied para reconsiderar as medidas assumidas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos