O País – A verdade como notícia

Presidente da Guiné Equatorial demite Governo

O presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, demitiu o primeiro-ministro Francisco Pascual Eyegue Obama e dissolveu o Governo, revelando que um novo executivo tomará posse nos próximos dias, escreve o Notícias ao Minuto.

"Fazendo uso das faculdades que me concede a lei fundamental, ponho fim às funções do primeiro-ministro responsável pela coordenação administrativa, dos seus vice-primeiro ministros e dos restantes membros do Governo", pode ler-se no decreto de Obiang, divulgado pela televisão do estado.

Esta dissolução do executivo acontece após as eleições legislativas, municipais e para o Senado, ocorridas em 12 de Novembro do ano passado, nas quais o Partido Democrata da Guiné Equatorial (PDGE), do Presidente Teodoro Obiang Nguema conseguiu 99 dos 100 lugares disponíveis no Parlamento.

As declarações surgiram na sequência da detenção, sem ordem judicial ou acusação, de um dos mais conhecidos opositores de Obiang, o segundo vice-secretário do partido da oposição Cidadãos para a Inovação (CI), Bonifácio Nguema Ndong.

A Guiné Equatorial é dirigida de forma autoritária por Obiang Nguema desde 1979. Em 2014 tornou-se o nono membro da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, sendo o português um dos três idiomas oficiais, a par do espanhol e do inglês.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos