O País – A verdade como notícia

Presidente da CAF e vice-presidente da FIFA banido por corrupção

O presidente da CAF e vice-presidente da FIFA, Ahmad Ahmad, foi hoje banido pela FIFA, por cinco anos, devido à corrupção. Assim, o malgaxe perde a oportunidade de se candidatar à sua reeleição ao órgão reitor do futebol africano.

A acção do Comité de Ética da Federação Internacional de Futebol acontece numa altura em que Ahmad Ahmad estava em campanha para a sua reeleição por mais quatro anos na liderança do órgão.

No seu comunicado, a FIFA diz que Ahmad “violou seu dever de lealdade, ofereceu presentes e outros benefícios, administrou mal os fundos e abusou de sua posição como presidente da CAF”.

Ahmad foi também multado em 220.000 dólares pela FIFA pelos delitos relacionados à “organização e financiamento de uma peregrinação de Umrah a Meca” e pelo seu envolvimento em negociatas entre CAF e uma empresa de equipamentos desportivos.

Ahmad assumiu a presidência da Confederação Africana de Futebol em Março de 2017, e acaba banido de todas as actividades relacionadas ao futebol por cinco anos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos