O País – A verdade como notícia

Presidente da CAF conforta vítimas do terrorismo em Cabo Delgado

Fotos: CAF

O Presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), Patrice Motsepe, efectua no próximo dia 26 de Abril uma visita de trabalho a Moçambique, indica um comunicado do organismo que gere o futebol africano.

Na manhã de terça-feira, 26 de Abril, Motsepe, juntamente com o presidente da Federação Moçambicana de Futebol, Feizal Sidat, e o secretário-geral da CAF, Veron Mosengo-Omba, seguem para Cabo Delgado, norte de Moçambique, para visitar um campo de refugiados onde a Confederação Africana de Futebol irá doar equipamentos. A CAF pretende confortar as vítimas do terrorismo na província nortenha de Moçambique.

À tarde, o homem forte da Confederação Africana de Futebol vai testemunhar o lançamento oficial do projecto e ou programa “Escolas Africanas”, evento a decorrer no campo do Costa do Sol. O momento será testemunhado por dirigentes do futebol da região da COSAFA, representantes do Governo moçambicano e agentes desportivos nacionais.

O evento em Moçambique é um marco histórico porquanto é o primeiro movimento de futebol de escolas do género em África.

O Programa de Escolas Africanas é um projecto de desenvolvimento da Confederação Africana de Futebol que irá explorar as oportunidades dentro do futebol para desenvolver as habilidades e potenciar talentos africanos.

 

PRESIDENTE DA BAL VISITA CAF

O presidente da Basketball Africa League, Amadou Gallo Fall, fez uma visita de cortesia à sede da Confederação Africana de Futebol, CAF, no Cairo, onde manteve discussões com o secretário-geral da CAF, Veron Mosengo-Omba. Esta foi uma reunião de reforço e estreitamento de relações após interagir com o presidente da CAF, Patrice Motsepe, na final do Campeonato Africano das Nações.

Fall e Mosengo-Omba discutiram iniciativas relacionadas ao crescimento da indústria do desporto em África e possíveis áreas de colaboração. Mosengo-Omba disse: “Nós compartilhamos muitas coisas em comum com o basquetebol. Durante a visita, discutimos uma série de iniciativas que podem fomentar uma relação de trabalho mais estreita entre nós e áreas de interesse mútuo. Também discutimos sobre como podemos desenvolver a indústria do desporto em África e reforçar a actividade comercial”, frisou para depois acrescentar: “Continuaremos essas discussões no futuro. Agradeço a Amadou pela visita e esperamos possíveis colaborações futuras.”

Por sua vez, Amadou Gallo Fall disse: “Não vejo o futebol como competição. O Campeonato Africano das Nações é, na verdade, um dos meus torneios favoritos. Trata-se de aproveitar o potencial e o talento que temos no continente para, em última análise, criar uma indústria do desporto por meio do desenvolvimento de base, infra-estruturas e capacitação usando a aceitação pelo basquete e futebol”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos