O País – A verdade como notícia

PRAVIDA abastece água a 3.586 pessoas em Ressano Garcia

Foto: O País

O Bairro 25 de Junho na vila de Ressano Garcia já tem um sistema de abastecimento de água. O sistema inaugurado esta sexta-feira, no âmbito da iniciativa Água Para Vida (PRAVIDA), já beneficia 3.586 pessoas.

O sistema é composto por quatro fontenários. Já há 100 ligações domiciliares e espera-se aumentar mais 50.

Foi o ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, João Osvaldo Machatine quem inaugurou o sistema e frisou que os dias de sofrimento para aquela população, que antes percorria distâncias para obter o precioso líquido, chegou ao fim, principalmente, por se tratar de uma população residente numa zona que faz fronteira com um país que tem um nível de desenvolvimento maior que o de Moçambique, o que faz com que as assimetrias sejam mais notáveis.

“O Governo, atendendo, não só, a estas necessidades, mas também à esta preocupação de eliminar as assimetrias, sobretudo, nas zonas de fronteira, para que os nossos concidadãos se sintam orgulhosos de ser moçambicanos e do Governo do dia, proporcionamos esta infra-estrutura para o benefício de todos, mas garantimos que outros investimentos, também, virão”, prometeu.

Segundo o governante, trata-se de um projecto de raiz que consistiu na captação de água superficial, transporte de água até ao centro, tratamento e colocação nos reservatórios, para depois levar-se até aos consumidores.

No momento, perto de 3600 pessoas já estão a usufruir do sistema de abastecimento mas a meta é alcançar 8 mil habitantes daquele bairro.

“As condições estão criadas para que maior parte da população seja beneficiada, acreditamos que a breve trecho teremos uma cobertura de 100 por cento neste bairro. A vila de Ressano Garcia tem cerca de 11 mil habitantes e o número deste bairro é de cerca de 40 por cento da vila, então há, ainda, muito que fazer”, referiu.

A intenção é não deixar ninguém para trás na componente de acesso à água e por isso, o governante garantiu apoio ao operador para que haja subsídio às camadas mais vulneráveis para pagar a taxa de ligação de forma faseada.

Machatine apelou ao operador para que seja colaborativo, que evite burocracias, exigências e cobranças fora do expectável.

Lançado há 18 meses, o PRAVIDA tem contribuído para que a taxa de cobertura de água na província de Maputo esteja, agora, nos 58 por cento, segundo a secretária de Estado da Província de Maputo, Victória Diogo.

“O PRAVIDA, na nossa província, já dá água há mais de 22 mil beneficiários, com estas e outras acções, prevemos que até ao fim do quinquénio a nossa província alcance uma meta de 68 por cento”, disse.

A primeira fase do projecto PRAVIDA já terminou, e as autoridades dizem que foi possível alargar a cobertura de água para cerca de um milhão de setecentas pessoas, com um orçamento de 80 milhões de dólares.

A segunda fase terá o seu início em 2022 e já há garantidos 50 por cento, dos cerca de 50 milhões de USD que se esperam investir.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos