O País – A verdade como notícia

PR fala hoje à Nação

Foto: GPR

O Presidente da República, Filipe Nyusi, fala hoje às 13 horas, e pela última vez este ano, sobre a situação de calamidade pública imposta pela pandemia da COVID-19, numa altura em que se aventa uma eventual quarta vaga.

Em 2021, Moçambique viveu duas vagas agressivas do novo Coronavírus, com os números de óbitos, novas infecções e internamentos atingirem o tecto em Fevereiro e Julho.

Há um mês e meio que o Chefe do Estado não fala à nação sobre a situação de calamidade pública.

A última vez que Filipe Nyusi falou aos moçambicanos foi a 24 de Outubro. Nessa altura, o país já tinha saído do sufoco da terceira vaga e os números estavam em 1.928 mortos e 151.225 casos, sendo 621 activos, 148.200 recuperados e 11 internados. Nessa altura a média diária de casos tinha passado rapidamente a ser inferior a 10.

Porque a tendência de novas infecções, mortes e internamentos reduziu, o Presidente relaxou as medidas que tinha anunciado, em Setembro, mas, como sempre, com cautelas.

Filipe Nyusi alargou o horário do recolher obrigatório, de funcionamento do comércio, bem como estendeu o número de participantes nos eventos públicos e privados.

Desta vez, o Presidente da República vai comunicar à nação quando ocorre uma nova variante da COVID-19, a Ómicron, que colocara Moçambique na lista vermelha de vários países.

Terá sido esta variante que, depois de um tempo de relativa calma, pode estar a contribuir para que o país volte a registar mais de mil casos diários. No último sábado, por exemplo, foram 1.225.

No mesmo dia, os números cumulativos apontavam para 159.363 casos positivos, dos quais 6.978 activos, 150.431 recuperados, 7.167 internados e 1950 óbitos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos