O País – A verdade como notícia

PR diz que COHE vai ajudar a combater os efeitos das mudanças climáticas

O Presidente da República e Presidente em Exercício da SADC, Filipe Nyusi, procedeu, hoje, em Nacala, província de Nampula, ao lançamento do Centro de Operações Humanitárias e de Emergência (COHE). Durante o evento, o PR disse que Moçambique perdeu cerca de 150 milhões de dólares norte-americanos devido aos eventos climáticos.

Os três ciclones que fustigaram o país causaram, também, a morte de 800 pessoas em Moçambique, Malawi e Zimbabwe; 2500 pessoas feridas, perto de três milhões de pessoas afectadas, destruição de mais de 3.000 salas de aula, 1.788 hectares com plantação e destruição de mais de 54 unidades hospitalares.

Depois da passagem dos três ciclones, o país poderá, através do COHE, combater os efeitos nefastos decorrentes do impacto das mudanças climáticas e outras emergências associadas, que requerem uma intervenção rápida, coordenada e atempada em qualquer Estado-membro da SADC.

Segundo avançou Nyusi, o lançamento do COHE constitui a realização de uma das prioridades da Presidência de Moçambique na SADC e ajudará para a recuperação rápida dos Estados-membros e no fornecimento de equipamentos necessários para as equipas de apoio.

Nyusi assegurou que o COHE possibilitará à SADC antecipar, preparar e responder às necessidades dos Estados-membros em casos de emergência.

O evento contou com a presença do Presidente do Botswana e Presidente em Exercício do Órgão de Cooperação nas Áreas de Política, Defesa e Segurança da organização regional, Mokgweetsi Masisi.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos