O País – A verdade como notícia

PR convida moçambicanos a combaterem terrorismo e COVID-19

O Presidente da República, Filipe Nyusi, disse, hoje, que o terrorismo em Cabo Delgado, além da pandemia da COVID-19 e as cíclicas mudanças climáticas são desafios que os moçambicanos devem combater.

Nyusi, que falava à margem da celebração do dia 16 de Junho, quando 61 anos passam após o massacre de Moeda, e 41 anos após a criação da moeda nacional, Metical, recordou que foi por consequência do massacre de Moeda que os moçambicanos despertaram o espírito nacionalista.

Em comunicado de imprensa, o estadista moçambicano diz que “o acontecimento de Moeda inspirou os moçambicanos a manterem-se focados num objectivo comum, facto provado e sublimado na proclamação da nossa independência, 15 anos depois da ocorrência do massacre”, pelo que Nyusi instou aos moçambicanos para recordarem os feitos heroicos dos massacrados.

“Hoje (16/06) é, também, o dia da criação da nossa moeda nacional, o Metical, símbolo da nossa aspiração por uma soberania monetária plena e busca de identidade própria dos moçambicanos no sistema económico regional e global”, recordou Nyusi.

Sobre a celebração do Dia da Criança Africana, também, assinalado hoje, o Chefe de Estado convidou a Nação a intensificar a educação das crianças para abraçar os valores do patriotismo e a valorizar o Metical, como garante da construção de um Moçambique política e economicamente soberano.

Apesar da inflação cada vez mais crescente no país, o Chefe de Estado garantiu que o seu elenco fará a sua parte para que a moeda nacional, o Metical, continue robusta e suportada por uma economia estável que resulte da soma de esforços de cada moçambicano e cada investidor nacional e estrangeiro.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos