O País – A verdade como notícia

População de Quissanga precisa de alimentos e abrigo

A população do distrito de Quissanga, distrito de Cabo Delgado, está a viver dias difíceis devido à falta de alimentos e abrigo. Mais de 21 mil pessoas foram afectadas pelo ciclone Kenneth. Neste momento, para se chegar àquele ponto do país só é possível via área, mas, devido à chuva que está a cair, tudo fica condicionado.

Ainda em Quissanga, o rasto da destruição pelo ciclone Kenneth atingiu várias infra-estruturas sociais com destaque para o centro de saúde, escolas e direcções distritais. Portanto, várias casas da população não escaparam aos efeitos do ciclone Kenneth.
 
Quando o primeiro helicóptero chegou a Quissanga, depois de dias de isolamento, a população correu de alegria porque tinha esperança de apoio alimentar.

A Directora-Geral do INGC, Augusta Maíta, sobrevoou pela primeira vez Quissanga. Maíta reconhece as dificuldades da população de Quissanga e garante que tudo está a ser feito para apoiar às famílias afectadas.

Além de Quissanga, O País sobrevoou a Ilha do Ibo, também em Cabo Delgado, que também foi fustigada por chuva e ventos fortes.

Ora, a distribuição alimentar está a ser feita via aérea, condicionada devido ao mau tempo.

Com efeito, no centro de acomodação a funcionar no local onde acolheu o 10º congresso da Frelimo, na cidade de Pemba, 853 famílias alojadas também clamam por apoio alimentar. As famílias contam que a última vez que receberam apoio alimentar foi sábado.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos