O País – A verdade como notícia

Ponta d’Ouro reabre portas e funciona todos os dias

Depois de quase dois meses com o movimento migratório condicionado, devido a constrangimentos registados na contraparte sul-africana, a fronteira da Ponta d’Ouro, na província de Maputo, reabriu este fim-de-semana e está a efectuar movimento migratório.

O Serviço Nacional de Migração (SENAMI), através da delegação da província de Maputo, informou ao jornal “O País” que, depois de terem sido ultrapassados os constrangimentos existentes no lado sul-africano, supostamente relacionados com a indisponibilidade de pessoal da saúde, o controlo e validação dos testes PCR para a COVID-19, a fronteira da Ponta d’Ouro retomou as actividades em pleno.

“O posto de travessia da Ponta d’Ouro encontra-se aberto sete dias por semana, isto é, de segunda a domingo, das 8 às 17 horas”, confirmou Horácio Cumbana, porta-voz substituto do Serviço de Migração na província de Maputo.

Ponta d’Ouro alberga aquela que é considerada a fronteira turística do país, ligando Moçambique e África do Sul, através da província de Maputo.

Sábado foi o primeiro dia do reinício das actividades na Ponta d’Ouro, sendo que o movimento migratório foi abaixo das expectativas e não houve registo de nenhum caso da COVID-19.

“O fluxo migratório a nível daquele posto ontem foi bastante reduzido, provavelmente porque os cidadãos ainda não estão informados de que aquele posto de fronteira está disponível todos os dias”.

Dos quatro postos fronteiriços existentes na província de Maputo, o de Goba é que continua encerrado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos