O País – A verdade como notícia

Polícia investiga morte do menor alvejado por agente da PRM

Um dia depois de um polícia ter atingido mortalmente um menor, no distrito de Dondo, o Comando da PRM em Sofala veio a público assegurar que os autores serão responsabilizados, caso se prove que agiram com negligência ou que houve excesso de zelo na sua actuação. “Foi constituída uma equipa de inquérito, que já está a trabalhar no terreno, para esclarecer o que é que realmente aconteceu. Queremos saber em que circunstâncias o colega ou os colegas dispararam o tiro que culminou com a morte de um menor e ferimento de um jovem”, explicou Daniel Macuácua, porta-voz do Comando da Polícia em Sofala. O jovem atingido no braço encontra-se internado no Hospital Central da Beira.

A Polícia fez saber, ainda, que está a prestar apoio social às famílias das vítimas.

Na manhã de segunda-feira, um menor de 14 anos foi atingido mortalmente pela Polícia, em Dondo. O agente terá disparado na tentativa de dispersar uma multidão que estava prestes a linchar dois supostos ladrões de motorizadas.

Refira-se que o menor atingido não fazia parte do grupo que queria linchar os supostos assaltantes, estava no mercado a comprar mandioca.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos