O País – A verdade como notícia

Polícia bloqueou mais de 10 mil viaturas na cidade de Maputo em 2017

Foram 10 877 viaturas bloqueadas pela polícia Municipal da cidade de Maputo em 2017. Entretanto, o porta-voz da corporação diz que se os agentes da polícia Municipal observassem com rigor as regras de estacionamento na cidade, este número podia ter sido substancialmente ultrapassado.

“Somos super tolerantes. Parquear no passeio é uma infracção. Mas nós compreendemos, desde que a pessoa deixe espaço para a transitabilidade de peões”, disse Joshua Lai, acrescentando que a sua corporação mandou parquear mais de três mil viaturas devido ao estacionamento irregular, comprometendo a circulação de outras viaturas. Destas viaturas, 901 pertenciam aos transportes semi-colectivos de passageiros.

Aliás, a polícia Municipal diz ser intolerante relativamente às infracções dos transportadores semi-colectivos de passageiros quando violam as regras de segurança dos passageiros e encurtam as rotas. É neste sentido que 1 160 motoristas foram multados por conduzir sem a carta de serviços públicos. Devido ao encurtamento de rotas, foram emitidos 837 avisos de multa.

Mas Joshua Lai reconhece que os “chapeiros” são bastante criativos, quando o assunto é contornar a Polícia.

 Controlar “chapeiros” é um desafio

“Diariamente, eles têm um novo fenómeno. Agora, adoptaram os chamamentos silenciosos. Chamam silenciosamente as pessoas que vão perto ou dizem que vão à oficina, mas depois começam a carregar mais adiante, pois sabem que nos terminais há agentes da Polícia Municipal à paisana”,  referiu Lai.

O porta-voz da polícia Municipal falou, também, do problema do transporte escolar. Disse que a corporação tem sido rigorosa, quando se trata de transporte de alunos. ”Exigimos toda a documentação necessária, desde a ficha de inspecção da viatura, habilitação do motorista, bem como o respeito pela lotação. Isso sem esquecer a licença específica para realizar esta actividade.”

Ainda no que concerne às actividades realizadas em 2017, a Polícia Municipal diz ter logrado sucesso no desmantelamento de vendedores informais em alguns pontos definidos como prioritários, tais são os casos de vias protocolares, Porto de Pesca, junto ao mercado Janet, Praça dos Trabalhadores e até nos locais que atentavam contra o pudor e moral pública.

“Desmantelámos um sítio que chamavam calçadão, no bairro de Magoanine, mais conhecido por bar dos amigos. Ali era um sítio onde se fazia de tudo“, sublinhou o porta-voz.

A Polícia Municipal diz que contrariamente ao que se verificava nos anos anteriores, em que a poluição sonora era proveniente de barracas e outros locais de venda de bebidas alcoólicas, nos tempos que correm, são os automobilistas que perturbam o sossego de outros cidadãos. ”É normal chegar a um estabelecimento e encontrar que o mesmo não está poluindo, mas as viaturas dos clientes é que estão a fazer muito barulho”, afirmou Lai, acrescentando que foram passadas 1 156 multas relacionadas com a poluição sonora.

Três agentes da polícia Municipal foram afastados da corporação por actos de corrupção. No total, foram 20 agentes processados disciplinarmente no ano passado.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos