O País – A verdade como notícia

Polícia apreende droga e viatura na cidade da Beira

Quantidade não especificada de Cannabis sativa, vulto “Soruma” e uma viatura foram apreendidas, na cidade da Beira, na sequência de um trabalho de fiscalização que juntou agentes da Polícia de Trânsito, Instituto Nacional de Transportes Terrestres e Serviço Nacional de Investigação Criminal.

Acompanhada da Força Canina, a Polícia de Trânsito tentou, mais uma vez, pôr a ordem na via pública, esta quarta-Feira.

Durante a operação, a Polícia de Trânsito encontrou diversas irregularidades. Os condutores, interceptados, portavam documentos de identificação com nomes diferentes dos documentos das viaturas.

É o caso de Tomás Fídel, que se fazia numa viatura cujo verbete tinha identificação diferente da do seu proprietário. Este automobilista não levava, inclusive, o respectivo livrete, daí a sua ilegalidade. No entanto, ele não se conforma com a actuação dos agentes da Polícia de Trânsito.

“A Polícia não está a ser clara. Expliquei que ainda estou a aguardar pelo livrete, enquanto uso a verbete que vem com nome da empresa onde comprei a viatura”, explicou Tomás Fídel.

Outra automobilista que caiu nas operações da Polícia foi a Sónia Betchane, que conduzia uma viatura que era do seu pai. Por isso, todos os documentos pertencentes ao veículo têm a identificação do anterior proprietário.

Nas circunstâncias, as autoridades exigiram uma procuração que confere à automobilista o direito de alienação e uso da viatura, mas esta, por sua vez, não tinha consigo este documento.

“Acho injusto, eu sou filha do meio, temos mesmo apelido. Quer dizer que não podemos usar mais nada dos nossos pais?” questionou a automobilista.

Com os Serviços de Migração e Polícia de Protecção também presentes no terreno, a fiscalização visava, ainda, controlar eventuais focos de tráfico de drogas e imigração ilegal.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos