O País – A verdade como notícia

Poema de Tânia Tomé no Manual do Professor Brasileiro

O poema “Moçambique”, de Tânia Tomé, é analisado por professores e alunos secundários no Brasil.

 

O Manual do Professor Brasileiro é um livro didáctico. Nesse material pedagógico, um dos textos inserido ano passado e que continua a servir para o processo de ensino e aprendizagem no Brasil é precisamente o poema “Moçambique”, da autoria de Tânia Tomé.

O Manual do Professor Brasileiro abrange todo o ensino médio secundário e é assinado por Maria Luiza M. Abaurre, Marcela Pontara, Maria Bernadete M. Abaurre, tendo como áreas de conhecimento linguagens e as suas tecnologias.

No poema “Moçambique”, Tânia Tomé explora as suas possibilidades líricas, colocando o território nacional como um espaço colectivo e de pertença. Por isso, o sujeito poético almeja fazer desse território seu e dos outros.

O poema de Tânia Tomé faz parte do Manual do Professor para o Ensino Médio nas Escolas Públicas no Brasil, muito em particular na Amazónia, sendo, assim, analisado por professores e alunos brasileiros que, dessa forma, contactam-se com a arte literária moçambicana.

Segundo a informação partilhada por Tânia Tome, esta quinta-feira, a poeta é a única africana incluída no manual, no tópico literatura.

Com efeito, esta não é a primeira vez que Tânia Tome é estudada no Brasil. A escrita da autora é analisada desde 2012 por mestrandos, doutorandos ou pós-graduados em Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro, inclusive, em dissertações e teses.

 

O Poema “Moçambique” de Tânia Tomé 

 

Moçambique

Quando me sento descalça

sobre o sapato do menino pobre

que me enche o pé

muito mais que outro qualquer

me lembro que existir

não é sozinha

é com toda gente

E me lembro

que tenho de embebedar-me de ti

Moçambique

Porque tenho saudades de mim

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos