O País – A verdade como notícia

PM traça desafios para nova administração do CRA

O Governo moçambicano desafia o Conselho de Regulação de Águas (CRA) a assegurar que o investimento no sector de abastecimento de água e saneamento se reflicta na qualidade dos serviços prestados aos utentes.

O primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, que empossou, na passada sexta-feira, a nova direcção do CRA, destacou que o executivo quer ver, igualmente, elevada a taxa de cobertura de abastecimento de água, dos actuais setenta, para noventa por cento até 2019.

Carlos Agostinho do Rosário empossou Suzana Loforte, como presidente do Conselho de Regulação de Águas, Dinis Juízo e Emílio Muchanga como vogais.

Suzana Loforte disse que o principal desafio que se coloca ao sector, continuará sendo a instalação de representações provinciais.

O presidente cessante do CRA, Manuel Alvarinho, disse, citado pela RM, que deixa o sector numa altura em que, cerca de cinco milhões de pessoas, nas zonas urbanas, tem acesso à água potável.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos