O País – A verdade como notícia

PM recebe delegação dos Mambas Legends

“Façam sorrir Moçambique!” foi a mensagem forte deixada por Carlos Agostinho do Rosário na recepção a uma delegação dos Mambas Legends que esteve no Gabinete do Primeiro-Ministro, hoje.

Liderada pelo respectivo seleccionador, Victor Bondarenko, a comitiva dos Mambas Legends foi ouvir do Primeiro-Ministro mensagem de encorajamento e de agradecimento por esta iniciativa que visa a troca de experiência entre as antigas lendas do futebol moçambicano e de outras partes do mundo. O Primeiro-Ministro diz ser uma iniciativa de louvar e que abre portas para mais intercâmbio entre o país e outros países, no que diz respeito ao desporto, em particular o futebol. Na ocasião, Carlos Agostinho do Rosário apelou para que este tipo de iniciativas venham para ficar, como forma de fortificar a acção dos jogadores nacionais e da selecção no seu todo, os Mambas.

E porque trata-se de uma partida de carácter amigável de troca de experiência e que conta com alguns treinadores de futebol, Carlos Agostinho de Rosário apelou aos mesmos para que implementem o que normalmente tem vindo a pedir aos seus jogadores nas suas equipas.

Jogadores satisfeitos e motivados

A delegação dos Mambas Legends que era liderada por Viktor Bondarenko contou ainda com os jogadores Dário Monteiro, Armando Sá, Paíto, Chiquinho Conde, Tico-Tico, Jojó, Mano Mano, Tomás Inguane e Nelinho, em representação de todo conjunto. Ana Flávia Azinheira, Vice-Ministra da Juventude e Desportos, e Alberto Simango Jr., Presidente da Federação Moçambicana de Futebol, acompanharam as antigas estrelas nesta recepção feita pelo chefe do Governo moçambicano.

Chiquinho Conde e Tico-Tico, que já foram capitães da selecção nacional, falando à comunicação social, mostraram-se satisfeitos e confiantes numa boa resposta aos apelos de Carlos Agostinho do Rosário. “É um privilégio ser reconhecido por altas individualidades como é o caso do Primeiro-Ministro. Sua excelência como desportista que é, sabe perfeitamente a sensibilidade de representar o país com o Mambas Legends. É um privilégio”, disse Chiquinho Conde, que mais jogos tem pela selecção nacional e que mais tempo envergou a braçadeira de capitão. Conde lamentou o facto desta homenagem ser tardia, uma vez que “poderia ter sido antes, com outras gerações do passado, que infelizmente não podem estar aqui presentes, porque desapareceram”, mas para eles servirá esta homenagem. Conde disse ainda sentir-se “lisonjeado” por este reconhecimento e prometeu de tudo fazer para dar alegria ao povo moçambicano.

Por sua vez, Tico-Tico realçou o apelo lançado pelo Primeiro-Ministro, no sentido de mais intercâmbios acontecerem “com equipas de outros países e penso que vale mesmo por essa ocasião e não pela competição”. Tico diz que o principal objectivo é “brindar os espectadores que estarão presentes”, já que o mais importante não é o resultado ou as exibições “porque isso já fizemos há muito tempo”, mas pela ocasião, que vai criar um ambiente de amizade entre os povos e as parcerias que podem surgir a partir desses intercâmbios.

Já o presidente da Federação Moçambicana de Futebol, Alberto Simango Jr., disse que o grupo fica mais encorajado e mais forte a procurar fazer de tudo para que o evento decorra conforme o planificado, depois das palavras do Primeiro-Ministro e principalmente “com o espírito de querermos servir mais o futebol moçambicano”. Simango Jr. disse ainda que o apelo de Carlos Agostinho do Rosário é um desafio para ser reflectido e praticado, principalmente por saber que este tipo de iniciativas conta com o apoio total do Governo.

Esta iniciativa, recorde-se, conta com apoio do Governo ao mais alto nível e o jogo terá lugar sábado, as 18h, no Estádio Nacional do Zimpeto, em Maputo. O mesmo terá transmissão em directo e exclusivo na Stv e Stv Notícias.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos