O País – A verdade como notícia

PM garante para breve a construção de uma barragem no Niassa

O Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, disse que a construção de uma nova barragem sobre o rio Lucheringo, deverá catapultar o desenvolvimento económico e social da província de Niassa, no norte de Moçambique.

Falando na última segunda-feira em Lichinga, capital de Niassa, durante um breve encontro que manteve com funcionários e agentes de Estado, Do Rosário disse que a água potável a ser captada na barragem deverá beneficiar cerca de 120 mil famílias.

A construção da barragem que, segundo o governante, deverá durar um ano e meio, vai solucionar a actual deficiente distribuição do precioso líquido.

“A construção da barragem aqui no Niassa vai ajudar várias pessoas, sobretudo no fornecimento de água potável nas famílias”, disse o Primeiro-Ministro.

Do Rosário descreveu a difícil conjuntura político-social que se viveu durante 2013 a 2014, em Moçambique, tendo afirmado a mesma levou o Governo a tomar medidas de contenção dos custos.

A conjuntura político-social fez com que 14 doadores directos do Orçamento do Estado suspendessem o seu apoio.

Apesar destas dificuldades, Do Rosário afirmou, citado pela AIM, que o Executivo nunca deixou de pagar os salários aos funcionários e agentes do Estado.

“Reconhecemos o vosso patriotismo e empenho nas actividades laborais do vosso dia-a-dia”, disse.

 Do Rosário falou também do descongelamento das promoções e progressões na função pública tendo afirmado que já havia fundo para o efeito e que as promoções e progressões estavam em curso.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos