O País – A verdade como notícia

PM diz que deve haver liderança política para o combate a SIDA

Carlos Agostinho do Rosário foi quem encerrou a reunião do Conselho Nacional de Combate a SIDA, havida esta sexta-feira, por ocasião da celebração do Dia Internacional de Combate à doença, que em Moçambique mata mais de 100 pessoas por dia.

O Primeiro-Ministro diz que deve haver liderança política, entretanto defende envolvimento de todos para reduzir os altos índices.

 “Portanto, a liderança política é a primeira condição para fazer diferença e hoje essa liderança política, esse compromisso foi reforçado. A outra coisa inovadora que nós vimos é esse diálogo entre o Governo, parceiros, comunidades locais e vários intervenientes neste desafio de combate a esta doença”.

E porque a doença afecta maioritariamente a mulheres e raparigas, Do Rosário diz que é preciso reforçar a prevenção neste grupo, combatendo, também, o comportamento irresponsável dos homens.

O encontro que juntou vários membros do Governo e parceiros destacou a necessidade de mobilização de recursos para reduzir as taxas de sero-prevalência.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos