O País – A verdade como notícia

Pico da terceira vaga em Moçambique previsto para daqui a três semanas

Moçambique poderá atingir o pico da terceira vaga da COVID-19, actualmente dominada pela variante Delta, dentro de três semanas, disse o Director do Instituto Nacional de Saúde (INS), Ilesh Jani.

“A terceira vaga iniciou no final de Junho, início de Julho, portanto, se nós, realmente, formos a ver, se esperamos que esse efeito positivo das medidas comece a haver dentro de duas, três semanas, então, nós poderemos atingir o pico nessa altura”, declarou Jani, em entrevista reproduzida hoje pelo semanário Savana.

As medidas que o Governo moçambicano impôs contra a terceira onda poderão surtir efeito dentro de pelo menos 15 dias ou até ao máximo de 24 dias, uma vez que o vírus tem um período de incubação de 14 dias, explicou o Director do INS.

Ilesh Jani avançou que o pico da terceira vaga não irá acontecer ao mesmo tempo em todo o país, devendo verificar-se nas províncias onde eclodiu primeiro, nomeadamente Tete, na região centro, e na região do Grande Maputo.

“Há essas complexidades que dificultam um pouco a definição, de forma matemática, de quando é que a terceira vaga vai atingir o pico e quando é que vai terminar”, frisou.

O Director do INS referiu que Moçambique encontra-se, actualmente, no nível quatro da pandemia de COVID-19, a apenas um do máximo mais elevado de transmissão, o que mostra a gravidade da pandemia no país.

“O que pode resultar é o nível cinco, que é um nível de alta transmissão, em que podem ser necessárias medidas mais restritivas para o controle da pandemia. Isso é o que pode acontecer, caso não haja uma mudança na forma como o vírus se transmite hoje”, declarou.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos