O País – A verdade como notícia

Pérolas do índico reluzem nos “states”

Do outro lado do atlântico, terra de oportunidades e sonhos, EUA, basquetebolistas moçambicanas perseguem os seus: jogar na WNBA,  versão feminina da NBA,  a maior liga de basquetebol do planeta.
Os primeiros passos, a serem dados no basquetebol colegial e universitário, revelam-nos  boas indicações. No Seward County Community College, três perolas do indico brilham e procuram (a)firmar-se: Silvia Amadeu Veloso e as “sisters” Carla e Vilma Covane.
Com as basquetebolistas moçambicanas Sílvia Amadeu Veloso e Vilma Covane no cinco inicial, e a contabilizarem 16 e 11 pontos, respectivamente, o Seward County Community College venceu, quarta-feira, 29 de Novembro, o Cowley College por 77-58.

Durante os 25 minutos em que esteve na quadra, Vilma Covane concretizou cinco em sete lançamentos de campo, contabilizando ainda três ressaltos defensivos, uma assistência  e três roubos de bola.
Por sua vez, Sílvia Veloso, base-armadora, contabilizou 29 minutos nos quais concretizou três em quatro lançamentos na zona dos 6.75 metros aos quais junta quatro ressaltos – um ofensivo e três defensivos-, quatro assistências, dois roubos de bola e igual número de “turnovers”.

A outra jogadora moçambicana que evoluiu no SCCC, Carla Covane, contabilizou  nesse embate 16 minutos, tendo, de resto,  saído com quatro pontos e cinco ressaltos defensivos.

A 25 de Novembro, no passado sábado, Vilma Covane terminou o jogo com 12 pontos em 15 minutos na quadra.

A número 45 do Seward County Community College colectara, igualmente, oito ressaltos dos quais dois ofensivos e seis defensivos.
Por sua vez, Carla Covane, sua “sister”, foi chamada para o  cinco inicial e arrancou seis pontos e quatro ressaltos.

Já Sílvia Amadeu Veloso, com 16 minutos na quadra, contabilizou cinco pontos, três ressaltos e igual número de assistências e seis roubos de bola.

Quatro  dias antes, ou seja, 21 de Novembro, as internacionais  basquetebolistas moçambicanas não conseguiram evitar a derrota das “Lady Saints” diante do Barton Community College, por 89-80.
Sílvia Amadeu Veloso, com 22 minutos na quadra,  terminou o jogo com seis pontos, dois ressaltos e uma assistência.

Outrossim no cinco inicial, Vilma Covane contabilizou seis pontos, três ressaltos, enquanto a sua irmã Carla teve sete pontos e dois ressaltos.

Mais dados
Com uma média de 23.8 minutos/jogo, ao nível da conferência, segundo dados disponíveis no sítio dos SCCC, Sílvia Amadeu Veloso apresenta uma percentagem de 52.5 porcento de lançamentos de campo e 33.3 na linha dos 6.75 metros. A sua média na linha dos lançamentos livres  é de 60.0 porcento e  7.1 pontuação.

Já Vilma Covane tem uma média de 17.4minutos/jogo, 62.0  porcento de aproveitamento nos lançamentos de campo e 33.3 na linha de lançamentos livres. Em termos de pontuação, situa-se nos 8.6.   Por último, Carla Covane tem os seguintes números: 15.0 minutos/jogo, 63.6 porcento nos lançamentos de campo, 42.9 porcento de aproveitamento na linha de lançamentos livres e média de 3.9 pontos 5.0 ressaltos/jogo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos