O País – A verdade como notícia

Perdão e redução de pena concedidos a 2.200 detidos no Irão por ocasião do fim do Ramadão

Cerca de 2.200 pessoas detidas no Irão deverão receber um perdão ou redução da pena no âmbito da celebração que assinala o fim do Ramadão, Eid al-Fitr, que tem, hoje, início, anunciaram as autoridades iranianas.

De acordo com um comunicado divulgado pelas autoridades de Teerão, o Líder Supremo, aiatolá Sayyid Ali Hosseini Khamenei, citado pelo Notícias ao Minuto, “concordou em conceder o perdão ou a redução da pena a 2.187 pessoas condenadas” pela Justiça iraniana.

Contudo, a nota não especificou os critérios de elegibilidade para receber o perdão ou a redução da pena.

O Eid al-Fitr começa a ser celebrado entre hoje e sexta-feira, no Irão, de acordo com a observação da Lua crescente.

O Líder Supremo iraniano concede, anualmente, vários perdões colectivos por ocasião dos principais feriados religiosos e nacionais, sugeridos pelo dirigente da Autoridade Judicial do país.

O Ramadão, a principal celebração muçulmana, que ocorre durante o nono mês do calendário islâmico, decorreu entre 12 de Abril e 12 de Maio.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos