O País – A verdade como notícia

Pelo 8º dia, trabalhadores da EMTPI continuam em greve

Os autocarros continuam arrumados e, do lado de fora, os passageiros continuam cheios nas paragens.

Enquanto isso, os gestores da empresa municipal de transportes de Inhambane, bem como os seus trabalhadores, sentaram-se à mesa com um vereador do conselho municipal, membros da assembleia municipal e a comissão de mediação laboral, para resolverem o problema do pagamento de cinco meses de salários em atraso que levaram os trabalhadores à greve.

Do encontro, saiu a promessa do pagamento de apenas um mês de salário, uma proposta que, entretanto, não agrada aos trabalhadores.

A promessa é efectuar o pagamento esta terça-feira, dia 22 de Março, mas, segundo apurou o “O País”, por falta de confiança entre os trabalhadores e o patronato, os funcionários decidiram aceitar, sob condição de só retomarem o trabalho depois do cumprimento da promessa.

Voltam ao terreno para trabalhar, mas reiteram que não estão satisfeitos com a forma como as negociações estão a correr. Por exemplo, os trabalhadores não sabem como ficam os outros quatro meses em atraso, já que, nas negociações, foi apenas dito que a dívida seria liquidada totalidade até ao fim deste ano, sem, no entanto, especificar a data.

Os trabalhadores dizem que estão cansados, mas continuam a aguardar, tal como a nossa equipa de reportagem que espera, ainda, a reacção do edil local, prometida semana passada.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos