O País – A verdade como notícia

Peça inspirada num encontro entre Eduardo Mondlane e Olof Palme lançada em Maputo

A peça radiofónica Um almoço simples em Vällingby foi escrita pelo escritor sueco Henning Mankell, que viveu e trabalhou em Moçambique. Com 39 minutos de duração, a peça que conta com Jorge Vaz e Adelino Branquinho no elenco foi lançada esta noite, na Cidade de Maputo, numa recepção proporcionada pela Embaixadora da Suécia em Moçambique, Mette Sunnergren.

 

Entre Setembro de 1964 e Outubro de 1967, Eduardo Mondlane visitou a Suécia em cinco ocasiões com a pretensão de procurar apoio para a FRELIMO, que, na ápoca, lutava contra a dominação colonial portuguesa. Numa dessas viagens a Estocolmo, para não chamar atenção, Mondlane manteve um encontro longe dos holofotes em Vällingby, em casa de Olof Palme. Segundo lembra uma nota da Embaixada da Suécia, naquele subúrbio a oeste da capital Estocolmo muitas discussões políticas importantes ocorreram na cozinha de Palme (enquanto preparava almoços para os seus convidados: batatas fritas e salsichas), inclusive, com o então Presidente da FRELIMO.

Na verdade, este episódio verdadeiro, no entanto, pouco divulgado, inspirou Henning Mankell a escrever a peça radiofónica En enkel lunch i Vällingby, ou seja, Um almoço simples em Vällingby. No país, a peça radiofónica foi lançada esta terça-feira, numa recepção que teve a Embaixadora da Suécia em Moçambique, Mette Sunnergren, como anfitriã. Referindo-se à peça radiofónica agora lançada em Maputo, a diplomata explicou: “Ao traduzir esta dramaturgia para português e transmiti-la em Moçambique, a Embaixada da Suécia procura dar destaque à história que os nossos dois países partilham e que está profundamente ligada aos valores universais dos direitos humanos, democracia, liberdade de expressão e educação”.

Na adaptação do Mutumbela Gogo, o texto Um almoço simples em Vällingby, de Henning Mankell, traduzido por Solveig Nordlund, foi interpretado pelos actores Jorge Vaz, no papel de Eduardo Mondlane, e Adelino Branquinho, no papel de Olof Palme. A direcção da peça com 39 minutos de duração coube à encenadora Manuela Soeiro e a ficha técnica ainda inclui Julieta Mussanhane (narração), Samo Elias (sonorização e montagem).

Um almoço simples em Vällingby é resultado de uma parceria entre a Embaixada da Suécia em Moçambique, o Teatro Avenida e a Rádio Moçambique. Na Cidade de Maputo, a peça foi lançada por ocasião do Dia Nacional da Suécia, que se assinala a 6 de Junho de cada ano.

Entre os convidados à sessão de lançamento de Um almoço simples em Vällingby estiveram a Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, o Reitor da Universidade Eduardo, Orlando Quilambo, jornalistas e actores. Em breve, a adaptação inspirada no encontro entre Eduardo Mondlane e Olof Palme chegará à(s) rádio(s) nacionais.

Olof Palme foi Primeiro-Ministro sueco. Na Cidade de Maputo, há uma avenida em seu nome.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos