O País – A verdade como notícia

“Paz não tem sentido enquanto persistir intolerância política”

A Renamo juntou seus membros e simpatizantes na localidade urbana número três, no Chimoio, para juntos celebrarem o vigésimo quinto aniversário da assinatura dos acordos de Roma.

Sofrimento Matequenha, delegado provincial da Renamo em Manica, justificou a suposta razão do seu partido não celebrar a data na praça dos heróis moçambicanos, juntamente com a sociedade civil e outras forças políticas.

“A Frelimo invadiu nossa sede na zona de Nhamatema, destruíram nosso mastro e içaram a bandeira vermelha”, revelou Matequenha.

Matequenha diz, entretanto, não ter dúvidas que o Presidente da República esteja de boa-fé nas negociações com o líder da Renamo, mas há sinais de desobediência pelas pessoas que praticam tais actos.

A Renamo refere, no entanto, que juntar-se-á a outras organizações da sociedade nas celebrações das efemérides após acordo de paz definitiva entre o líder da Renamo e o Presidente da República.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos