O País – A verdade como notícia

Patrice Motsepe eleito presidente da CAF

O sul-africano Patrice Motsepe é o novo presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF) e sucede no trono a Ahmad Ahmad, que se viu suspenso das suas funções em 2019 e sem possibilidades de recandidatura, mesmo após ter sido levantada a sua suspensão. Motsepe vai dirigir os destinos do futebol africano pelos próximos quatro anos.

Patrice Motsepe foi eleito, sexta-feira passada, durante a Assembleia Geral da Confederação Africana de Futebol (CAF), que decorreu na capital marroquina, Rabat.

Eleito para o período 2021-2025, o sul-africano disse que é uma grande honra chegar ao cargo de presidente da organização e apelou à união.

“Quando trabalharmos todos em conjunto, o futebol africano será bem-sucedido e irá crescer como nunca antes”, afirmou o novo timoneiro do futebol africano.
Motsepe, de 59 anos, era o único candidato à sucessão do malgaxe Ahmad Ahmad, suspenso das suas funções em 2019 por “questões governativas” após uma série de ilícitos, incluindo a “distribuição de presentes” e “desfalque”, segundo Comissão de Ética da Federação Internacional de Futebol (FIFA).

Com a desistência dos seus três adversários, o senegalês Augustin Senghor, o mauritano Ahmed Yahya e o costa-merfinense Jacques Anouma, e com a bênção do presidente da FIFA, Gianni Infantino, o dono do clube Mamelodi Sundowns de Pretória tinha uma avenida diante dele.

Conforme os regulamentos da CAF, a eleição é por aclamação se houver apenas um candidato na corrida.

Motsepe, que foi eleito para os próximos quatro anos, prometeu trabalhar “na unidade” e basear-se na “sabedoria coletiva” para enfrentar “os desafios do futebol africano”.

Com esta afirmação, o bilionário e magnata da mineração sul-africano pretendeu dizer que vai contar muito com os seus cinco vice-presidentes, designadamente, o senegalês Augustin Senghor, o mauritano Ahmed Yahya, o djibutiano Souleiman Waberi, o marroquino Fouzi Lekjaa e o nigeriano Amaju Pinnick.

 

Celebração da unidade

Motsepe terá como 1° vice-presidente o senegalês Augustin Senghor. Para o cargo de 2° vice-presidente escolheu Ahmed Yahya, da Mauritânia, e o marfinense Jacques Anouma será conselheiro especial do novo presidente da CAF. Todos eles desistiram da corrida à presidência da organização.

O presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Gianni Infantino, disse que a eleição de Motsepe marca “a celebração da unidade e da visão comum que todos têm para o futebol”.

Patrice Motsepe é até a data presidente do clube sul-africano Mamelodi Sundowns. A partir desta sexta-feira torna-se no sétimo presidente eleito da CAF – e o primeiro anglófono e sul-africano a chegar à liderança da organização.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos