O País – A verdade como notícia

Partidos conformados com a lei e prontos para 2ª volta

“Este resultado de 40 por cento que nós obtivemos, acredito que vai catapultar a vontade de todo o eleitorado de Nampula para que todos possam afluir às urnas para mudarmos a situação da cidade de Nampula”. Foi desta forma que André Magibire reagiu após à divulgação dos resultados da centralização nacional e apuramento geral das Intercalares de Nampula. O mandatário de candidatura da Renamo entende que os munícipes de Nampula mostraram pelos resultados que têm sede de fazer a diferença e evitar que mais uma vez votem em um candidato e vejam outro a vencer.

“Os munícipes acreditam que a Renamo tem a capacidade de proteger o seu voto e temos capacidade de proteger o nosso voto. Os delegados de candidatura da Renamo estiveram em peso durante o processo” acrescentou.

Sobre o tempo que resta para a segunda volta, tomada de posse e respectiva governação, Magibire entende que é curto mas os partidos não têm outra solução senão respeitar a legislação eleitoral e preparar-se ao pormenor para mostrar a sua força na segunda volta.

Já Caifadine Manasse, mandatário da Frelimo, reagiu com um olhar para futuro e falou da estratégia que o partido Frelimo vai usar para convencer os munícipes de Nampula de que Cololo é a escolha certa. “Vamos com muita serenidade e responsabilidade transmitir aos munícipes de Nampula aquilo que será o nosso alinhamento em termos de trabalho, aquilo que o nosso candidato irá fazer. Vamos nos aproximar aos munícipes no sentido de tudo fazermos para que tenhamos as eleições ganhas”, explicou.

Por outro lado, o mandatário de candidatura da Frelimo e porta-voz do partido, comentou sobre a legislação que obriga a uma corrida a segunda volta, faltando menos de nove meses para o fim do mandato para o qual o novo presidente do Município de Nampula será eleito. “Sabemos que a conjuntura económica não ajuda tanto mas faremos de tudo para alinhar aquilo que são os nossos compromissos em termos de manifesto do nosso candidato com as condições socio-económicas existentes”, terminou.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos