O País – A verdade como notícia

Partido do galo reforça sua capacidade para os pleitos eleitorais

Daviz Simango diz que o fim do DDR, do terrorismo em Cabo Delgado bem como dos ataques na região centro do país vai permitir o melhor enquadramento da mulher nos processos políticos. O Presidente do MDM falava este sábado no encerramento da reunião nacional da liga feminina do partido.

 

No fim de dois dias de reflexão com objectivo de definir uma plataforma de emponderamento da mulher e preparação das bases do partido para os próximos pleitos eleitorais, o Presidente do MDM, Daviz Simango exortou a liga feminina a servir ao partido, bem como  aumentar a sua participação política.

Simango realçou ainda a necessidade de acelerar os processos da paz e reconciliação nacional, bem como garantir os direitos e oportunidades para as mulheres na política, economia e sociedade.

Por fim, o partido do galo apelou ao diálogo para se pôr fim a instabilidade política que se vive no país, estancar o terrorismo bem como esclarecer os abusos dos direitos humanos em Cabo Delgado.

Por seu turno, a Presidente da Liga Feminina do MDM, Judite Macuácua disse que as mulheres do partido estão aptas para os desafios que o país enfrenta, desde combate à pandemia da COVID-19, bem como a necessidade da sua preparação para os próximos pleitos eleitorais.

Para Sónia Mboa, membro da mesma organização, outro desafio das mulheres é a materialização do “processo zebra” que consiste no estabelecimento de igualdade entre homens e mulheres em termos numéricos nos órgãos de tomada de decisão e de administração do Estado.

Por fim, Atija Pilião defende que as mulheres devem massificar as mensagens de emancipação e defesa dos seus direitos com particular enfoque para as que estão em situação de vulnerabilidade causada pela pobreza e a instabilidade política em Moçambique.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos