O País – A verdade como notícia

Papa Francisco em Portugal para celebrar 13 de Maio

Foi por volta das 17h46, horas de Maputo, que o Sumo Pontífice aterrou no Estádio Municipal de Fátima, cujo nome será mudado para Estádio Papa Francisco. Depois seguiu para o Santuário de Fátima.
A missão, a cargo de três militares, foi preparada com o máximo de discrição. Os pormenores da viagem do Papa depois de chegar a Portugal — entre a Base Aérea de Monte Real, em Leiria, e o Santuário de Fátima –, a cargo da Força Aérea Portuguesa, foram mantidos em máximo sigilo.

A própria equipa escolhida para pilotar o EH-101 só soube da responsabilidade de que tinha sido incumbida algumas horas antes da chegada do chefe da Igreja Católica. Mas há algumas curiosidades sobre o helicóptero que a Força Aérea Portuguesa partilhou com o Observador.

A aeronave de Francisco foi a primeira a levantar voo da Base Aérea Nº5. Marcelo Rebelo de Sousa partiu logo depois. Mas o Presidente da República foi o primeiro a aterrar em Fátima – para cumprir o protocolo de Estado à chegada de Francisco.

Ao seu lado estão 70 jornalistas, sete deles portugueses, que pagaram mais de 1.700 euros para o acompanhar.

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos