O País – A verdade como notícia

Países da COP24 chegam a acordo sobre o clima

Três anos após o Acordo de Paris, representantes de 197 países, discutiu as regras para a aplicação do acordo, fixou directrizes para lutar contra mudanças climáticas, a serem seguidas a partir de 2020, na Cimeira sobre mudanças climáticas COP24, em Katowice, na Polónia.

Segundo a Euronews, no último sábado, a comunidade internacional discutia algumas questões chaves como: a ambição de cada nação, o financiamento para atingir as metas de diminuição de emissões de gases com efeito de estufa e a diferenciação do contributo de cada país para esses objetivos.

Mais de 160 países já apresentaram seus objetivos de redução das emissões, e os demais deverão fazê-lo até 2020. A cada cinco anos, os mesmos serão atualizados, mas só a partir de 2023, os países farão um balanço mundial de seus esforços coletivos para alcançar o objetivo de limitar a temperatura global.

Os países mais afetados pelas alterações climáticas querem que os países mais evoluídos económica e tecnologicamente, que ao longo do tempo têm poluído mais, contribuam mais para combater o aquecimento global.

Entretanto, os EUA, a Arábia Saudita, a Rússia e o Kuwait se opuseram à reunião "acolhendo" um recente relatório da ONU sobre a manutenção do aumento da temperatura global dentro do limite de 1,5°C. E o mundo agora está a caminho dos 3°C neste século.

O Acordo de Paris prevê que os países desenvolvidos ajudem financeiramente os países em desenvolvimento a reduzir suas emissões e se adaptar aos impactos das mudanças climáticas. A COP24 insistiu na necessidade de que este financiamento seja “previsível”, e convidou os países ricos a elaborarem um relatório sobre o mesmo a cada dois anos, a partir de 2020.

Os países em desenvolvimento buscam reconhecimento e compensação pelo impacto do aumento das temperaturas. A ideia de ser legalmente responsável por causar a mudança climática tem sido rejeitada há muito tempo pelos países mais ricos, que temem imensos projetos de lei no futuro.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos