O País – A verdade como notícia

Países africanos não conseguem alocar 10% do orçamento para agricultura

África dispõe de 40 por cento da terra arável no mundo, entretanto poucos conseguem alocar até 10 por cento do orçamento anual para a agricultura.

Daqui a 30 anos, África deverá ser o continente com mais pessoas no mundo, o que irá obrigar a um aumento da produção alimentar. Entretanto, é na agricultura que o continente africano ainda enfrenta maiores dificuldades, segundo a Comissária para Economia Rural e Agricultura, Josefa Sacko.

"Nós estamos a olhar em termos de produtividade, em termos das perdas após colheita, porque 40% da produção é perdida, depois do campo, por falta de infra-estruturas, por falta de escoamento. Estamos a falar também da questão da contaminação alimentar".

Em 2003, os Chefes de Estado e de Governo da União Africana ratificaram a Declaração de Maputo, um documento onde se comprometem a alocar pelo menos 10% dos orçamentos nacionais ao fomento da agricultura.

No entanto, apenas 20 das 54 nações estão a cumprir com a recomendação.
Num continente onde 60% da população é rural e a estrutura agrícola maioritariamente familiar, potenciar a produção dos pequenos agricultores com vista à industrialização é essencial para o sucesso da agricultura em África.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos