O País – A verdade como notícia

Pai acusado de violar sexualmente filha em Manica

Um indivíduo está a contas com as autoridades policiais, na cidade de Chimoio, acusado de violar sexualmente a sua filha de 13 anos de idade.  

Trata-se de António Armando, de 40 anos de idade, que agora se encontra detido na primeira esquadra da PRM naquela cidade. Entretanto, o mesmo nega a acusação que pesa sobre si. “Juro pela alma da minha mãe. Desde o meu nascimento, nunca fiz algo errado”, disse António, revelando que ficou surpreso com a presença policial na sua casa, tendo depois sido recolhido para as celas.

A Polícia em Manica, através da responsável do Gabinete de Atendimento à Família e Menores Vítimas de Violência Doméstica, diz ter investigado o caso e concluído que houve de facto violação. “No momento da violação, ele expulsava a mais nova, a tal de dez anos, para ficar com a mais velha de 13 anos a manter cópula”, explicou Otília Filipe, acrescentando que o modus operandi consistia em pegar numa lenha acesa e ameaçar queima-la, caso não aceitasse a sua pretensão sexual.

“O País” deslocou-se à casa do indivíduo, no bairro Mudzingadzi, e uma das filhas confirmou à nossa equipa de reportagem a ocorrência. “O meu pai dizia-me para dormir noutra casa. Eu só ouvia a minha irmã a dizer ‘papá chega’. E isso acontecia muitas vezes”, contou uma das filhas, que, para a proteger, decidimos ocultar o seu nome. O crime chocou os vizinhos, que dizem não querer ver o indiciado de volta ao bairro.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos