O País – A verdade como notícia

Organizadores das jornadas de Saúde prometem melhorias na área

Encerraram na quinta-feira, as XVI jornadas nacionais de Saúde. O evento de quatro dias foi realizado em Maputo. Os organizadores fazem um balanço positivo e prometem melhorias nas próximas jornadas.

Sob o lema "Promovendo a Intersectorialidade e a Participação Comunitária para o Alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável", o Instituto Nacional de Saúde em parceria com Instituições Públicas de Ensino Superior com acção na área de Saúde, realizou as XVI Jornadas Nacionais de Saúde.

Eduardo Samogudo, director-geral-adjunto do Instituto de Saúde  disse que o grande desafio do evento era mudar o conceito de que saúde é a ausência de doença.

No evento foram apresentados 551 trabalhos de investigação, realizados em Moçambique nos últimos três anos, dos quais, 171 apresentados de forma oral, enquanto 380 foram apresentados sob forma de cartazes.

O programa científico do evento compreendia: sessões plenárias, sessões paralelas temáticas em número de 34 e simpósios em número de 16. De acordo com os organizadores, os números bateram o recorde em relação às jornadas anteriores e houve ainda espaço para criactividade, ao realizar-se pela primeira vez uma sessão especial. 

Na hora do balanço, o director-geral-adjunto do Instituto Nacional de Saúde disse que abraçaram o desafio com coragem e faz uma avaliação positiva.

O evento contou com cerca de 1500 pessoas entre participantes, oradores e moderadores para abordar temas como saúde e bem-estar, incluindo doenças infecciosas, doenças não transmissíveis, nutrição, saúde mental, determinantes sociais da saúde e sistemas de saúde.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos