O País – A verdade como notícia

Oposição venezuelana convoca greve geral

A oposição convocou para esta quinta-feira (20) uma greve geral no intuito de aumentar a pressão contra a iniciativa do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, de convocar uma Assembleia Constituinte. A agência Reuters, citada pelo Globo, afirma que as ruas do país amanheceram vazias e com barricadas. As empresas aderiram à paralisação.

"Começou bem. Não há movimento, tudo está fechado, todos precisamos fazer o nosso melhor para se livrar desse tirano", disse um manifestante que estava em uma via central de Caracas, que estava sem tráfego, ainda de acordo com a Reuters.

A greve acontece dias após o plebiscito simbólico em que 98,4% dos mais de sete milhões de participantes votaram contra o governo e pedirem eleições antecipadas.

O processo de convocar uma constituinte, criticado pela oposição e pela comunidade internacional, na prática, vai estender o mandato de Maduro.

A oposição anunciou que formará um governo de transição caso Maduro não desista da convocação da votação para eleger a assembleia constituinte, prevista para acontecer em 30 de Julho. Nesta ocasião, os eleitores elegerão 545 representantes para redigir uma nova Carta Magna para o país.

O presidente venezuelano enfrenta uma onda de protestos, que começou em Abril, e já matou quase 100 pessoas. Na terça-feira, o Ministério Público da Venezuela informou que investiga a morte de um homem identificado como Héctor Anuel, que foi queimado durante uma manifestação no estado de Anzoategui.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos