O País – A verdade como notícia

Operação anti-terrorista do exército mata 11 jihadistas no Burkina Faso

Onze jihadistas morreram e três bases terroristas foram destruídas entre 14 e 16 de Junho, numa operação anti-terrorismo na região Este do Burkina Faso, adiantou, na segunda-feira, o exército do país.

Entre 14 e 16 de Junho, “tendo por base informação precisa, uma operação foi conduzida pelas unidades do agrupamento de forças com o objectivo de desmantelar as bases terroristas”, adiantou o Estado-Maior em comunicado, acrescentando que a operação consistiu numa intervenção por terra e por ar.

“Balanço: três bases terroristas destruídas em Nokortougou, Ouro Seni e Bouraignima, onze terroristas neutralizados. Armamento, munições, várias motos e meios de comunicação foram apreendidos”, detalhou o Estado-Maior, citado pelo “Notícias ao Minuto”.

Na noite de 04 para 05 de Junho, pelo menos 132 pessoas, segundo o Governo, e 160, segundo fontes locais, foram mortas num ataque à aldeia de Solhan, próxima da fronteira com o Mali e com o Níger, o ataque mais mortífero depois do início da insurreição jihadista no Burkina Faso, há seis anos, que já fez mais de 1.400 mortos e provocou mais de um milhão de deslocados.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos