O País – A verdade como notícia

ONU quer fim dos ataques contra civis na RDC

Foto: Notícias ao Minuto

As Nações Unidas apelaram aos grupos armados que operam na República Democrática do Congo para cessar imediatamente todas as formas de violência, numa altura em que aumentaram os ataques contra civis por parte destas milícias.

“Estamos preocupados com a deterioração da situação de segurança no leste da RDCongo”, disse Stéphane Dujarric, porta-voz do secretário-geral da ONU, lamentando o aumento dos ataques contra civis por grupos armados.

Segundo o Notícias ao Minuto, a organização pediu aos grupos armados para participarem incondicionalmente no Programa de Desarmamento, Desmobilização, Recuperação da Comunidade e Estabilidade (P-DDRCS), aprovado no dia 17 de Março pelo Governo da República Democrática do Congo para estabilizar a segurança na parte oriental do país.

Stéphane Dujarric destacou o grupo rebelde Movimento 23 de Março (M23), acusado desde Novembro de 2021 de realizar ataques contra posições do exército, e o grupo armado Cooperativa para o Desenvolvimento do Congo (Codeco), que se comprometeu em 07 de Junho a um cessar-fogo unilateral.

A ONU também instou os grupos armados estrangeiros presentes no país a depor as armas e regressar aos seus países de origem. “Reafirmamos o nosso forte empenho na soberania, independência, unidade e integridade territorial da RDCongo”, disse o porta-voz.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos