O País – A verdade como notícia

OMS aprova resolução contra Moscovo

Os países-membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) adoptaram, esta quinta-feira, uma resolução apresentada pela Ucrânia que condena a agressão militar russa e, em particular, os ataques contra as infraestruturas de saúde ucranianas, escreve o Observador.

Dentro do painel de 194 países que integram esta agência do sistema das Nações Unidas, a resolução foi adoptada por 88 votos a favor, 12 contra e 53 abstenções.

A resolução não prevê sanções contra a Rússia dentro da organização da ONU, mas reconhece o recente pedido do gabinete europeu da OMS de suspender reuniões, seminários, reuniões técnicas e conferências da organização em território russo.

Dados recentes da OMS, citados pelo Observador, indicam que 256 estruturas sanitárias ucranianas já foram atacadas e 75 pessoas morreram entre profissionais de saúde. Este balanço poderá ser utilizado em futuros processos relacionados com crimes de guerra.

A OMS exortou a Rússia a “cessar imediatamente” os ataques contra hospitais e outras infraestruturas de saúde.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos