O País – A verdade como notícia

Variante Ómicron já domina as infecções em Moçambique

A variante Ómicron do Coronavírus, detectada em Novembro de 2021 já domina as infecções no país, segundo revela um estudo do Instituto Nacional de Saúde (INS), divulgado este domingo.

Com o objectivo de monitorar a circulação de variantes do vírus no país, o Instituto Nacional de saúde (INS) estabeleceu a rede nacional de Vigilância do SARS-CoV-2 denominada SEGENA, que mostra as frequências das variantes e distribuição geográfica entre Julho de 2020 e Dezembro de 2021.

No estudo, o INS explica que entre Julho de 2020 e Dezembro de 2021, foram analisados a nível nacional, 942 genomas do SARS-CoV-2, sequenciados a partir de amostras provenientes de todas as províncias do país.

De acordo com o estudo, a primeira variante foi a Beta, detectada no país em Julho de 2020 e dominou o país entre Janeiro e Maio de 2021. Em Abril de 2021 foi detectada a variante Delta que dominou entre Junho e Agosto de 2021. Actualmente domina a variante Ómicron, detectada através de amostras colhidas em Novembro do ano passado.

“Em relação à distribuição Geográfica, as variantes Beta e Delta foram inicialmente detectadas em Maputo e Tete e posteriormente alastrou-se para todo o país”, refere o documento.

A variante Ómicron inicialmente foi detectada em Maputo no mês de Novembro mas também circula em outras províncias como Nampula Zambézia e Inhambane.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos