O País – A verdade como notícia

ÓMICRON E OS OUTROS 

Aqui estou

 

no meu rico e empobrecido continente.

 

Vocês sabem que nunca vos pedi asilo nenhum

 

nem por terra, nem pelas nuvens, nem pelos mares.

 

Sei que só os fracos o fazem,

 

e mesmo estes quando vos demandam

 

vão à busca do espólio e dos bustos dos seus antepassados.

 

Em contrapartida, eu, aqui, sou milhões de braços

 

intrépidos e robustos…

 

Vezes sem conta culpam-me vocês de todas

 

as contrariedades do mundo,

 

e até dizem que o infortúnio tem a cor da noite,

 

só porque eu sempre soube da exacta posição das estrelas,

 

muito antes de vocês próprios.

 

Embora me tenham desenganado quando eu quis,

 

acreditaram então que o mundo era somente Partícula,

 

quando eu já remava no anverso da Onda do universo.

 

Agora que sei o que vocês sequer imaginam

 

jamais apelarei à vossa falsa bondade

 

nem mesmo à vossa estranha e obsoleta

 

amizade e solidariedade!

 

 

 

Armando Artur

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos