O País – A verdade como notícia

OCS identifica falta de material médico em Maputo e Pemba

Foto: Tripadvisor

A insuficiência de material médico nas unidades de saúde constitui um sinal da violação do Compromisso de Abuja e denuncia uma certa fraqueza na gestão dos recursos canalizados para o funcionamento “perfeito” do Sistema Nacional de Saúde (SNS).

A informação foi avançada pelo Observatório Cidadão para Saúde (OCS), que refere que, por exemplo, no Hospital Geral José Macamo, os pacientes são obrigados a utilizar o mesmo material médico durante dois dias. Na ausência de elástico para localizar a veia para a retirada de sangue, os profissionais de saúde usam luvas.

Entretanto, após a circulação de um comunicado anunciando a falta de fornecimentos, a OCS foi atrás dos doentes para descobrir se era verdade.

“É verdade, uma vez que os pacientes são obrigados a submeter-se a cuidados médicos com os seus próprios materiais médico-cirúrgicos, nomeadamente, dois cateteres; duas seringas e quatro luvas”, refere uma publicação do OCS.

Duas senhoras, residentes na Cidade de Pemba, falando ao OCS sobre a condição de anonimato, argumentaram que foram severamente espancadas quando viram o comunicado relacionado com a insuficiência de material cirúrgico.

Segundo o OCS, a nível internacional, recomenda-se que as luvas sejam mudadas para cada procedimento. Recomenda-se que cada medicamento injectável tenha a sua própria seringa. Por exemplo, se a medicação for de seis em seis horas, isso significa que são necessárias quatro seringas por dia. Pode utilizar um a dois cateteres por dia, dependendo do seu estado.

Dados apurados pelo OCS indicam que, numa farmácia privada, um cateter custa 50 meticais e, por dia, podem ser necessários dois para cada tratamento de paciente. O preço de um par de luvas para cada procedimento cirúrgico varia entre 25 e 50 meticais. As seringas que são necessárias para cada medicamento variam entre 15 e 25 meticais.  Estes preços existem num país onde a maior parte da população vive com menos de um dólar por dia.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos