O País – A verdade como notícia

“O que se espera é a paz e não a projecção de quem a construiu”

O presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, voltou a apontar o diálogo como o único caminho eficaz para o alcance da paz. Neste sentido, convidou a todos a aderirem ao movimento. “Continuaremos a dialogar. O que se espera é a paz e não a projecção de quem a construiu”

Filipe Nyusi falava, esta manhã, na cerimónia de abertura da sexta sessão ordinária do Comité Central do partido. A sessão, que vai até sábado, está inserida na preparação do 11º Congresso, a ser realizado em Setembro.

Nyusi referiu que a reunião é operativa e servirá para aprovar instrumentos que vinham sendo preparados e analisados ao longo dos últimos meses. Para o presidente dos camaradas, este encontro evidencia que a inclusão interna que há no partido. “Abrimos possibilidade para que todos pudessem emitir opiniões válidas”, referiu.   

Para Nyusi, a realização do 11º congresso deve fortalecer ainda mais os membros e o partido, para que possam alcançar o seu objectivo de continuar a contribuir para o desenvolvimento do país e progresso dos moçambicanos. “Sairemos desta sessão mais alinhados em direcção ao 11º congresso”

Filipe Nyusi desafiou os membros do partido e o povo no geral a empenharem-se para o alcance da paz efectiva no país. Por outro lado, apelou a todos a serem vigilantes e não permitir que convicções exteriores interfiram na unidade nacional.

A sexta sessão ordinária do Comité Central da Frelimo antecede o décimo primeiro congresso do partido, que deverá acontecer de 26 de Setembro a 1 de Outubro na Matola. Este evento deverá definir as bases que vão guiar a Frelimo nos próximos cinco anos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos