O País – A verdade como notícia

O poder da música

Por: Arsénia Ressique Amade

 

Arrumar o quarto para organizar a vida é o nome de uma das minhas playlist`s, título bem descritivo este, a razão pela qual essa minha lista de músicas composta pelas músicas mais tristes e deprimentes do mundo, como “need some sleep”, chamar-se assim é bem simples. Sinto que a minha vida está uma merda e o meu quarto com o cesto de roupa suja ao lado do cesto da roupa limpa cheio de roupa por cima que não sei dizer qual delas é limpa ou suja demostra isso.

Quando sinto que a minha vida é uma merda, acredito que escutar Sam Smith me ajuda a ver as coisas mais claras, pois escutar música, independentemente do estado da vida ou do quarto faz bem.

Quando o meu quarto está desarrumado, é porque não lhe dou a atenção devida, não cuido dele, como não presto atenção devida a mim mesma, autossabotando-me, alimentando paranoias, pensamentos negativos e obsessivos sobre situações da minha vida, que consomem a minha energia de tal forma que me esqueço que o sol nasce todos os dias. Mesmo com o sol nublado, escuto uma música.

Não que não tenha razões para me alegrar ou agradecer, mas que me sentir uma merda, às vezes, faz parte, como as estrelas, a lua e todos os planetas existentes fazem parte da grandiosa galáxia.

Queria poder descrever o quão bela é a vida quando estou deprimida ou conseguir explicar para mim mesma que tudo passa, até mesmo a falta de vontade de fazer as coisas, os pensamentos e sentimentos obsessivos e negativos, pois também já estive super feliz e empolgada com a coisas. Já quis gritar para todo mundo como a vida é incrível e é tão bom viver. Engraçado, já escutei Jay Arg no meio da madrugada porque acordei e espelhei-me, cheia de vontade de aproveitar o dia ao lado das pessoas que eu amo. Enfim, momentos como arrumar o quarto a chorar, ouvindo Khalid fazem parte de um processo, o qual cada uma das pessoas vive e sente a sua maneira.

Sei que, quaNdo estou muito triste, concentrada em coisas que só contribuem para o aumento da minha insegurança, enquanto ser humana, o que faz com que a cada minuto me torne uma pessoa egocêntrica, egoísta e muito mais tóxica, é muito bom escutar uma música que me vai fazer libertar toda a tensão e sentimentos negativos que advêm destas paranoias. Vou olhar o meu reflexo no espelho, fingir que estou no vídeo-clipe.

“Someone like you” faz secar a minha cara molhada por causa das lágrimas e baba, pois quando chego nessa música já não tenho razões para chorar. Nesse momento, decido fazer um plano de acção, com os meus objectivos de vida, com um cronograma organizado e seguir só. Aí vêm músicas motivacionais que deixam o meu astral melhor.

Carrego comigo medos e inseguranças que deixam a minha alma muito pesada. Então uma hora de Poesia Acústica, mais duas horas de Hernani da Silva, Jhane Aiko, conduzem-me a um estado inicial de coragem. E quando dou por mim, estou a fazer coisas, as quais receava.

A música tem um poder tremendo. Por isso que tenho uma playlist para cada actividade que faço e estado de espírito. Então, escutem músicas. Se não te fazem dançar, faz-te sorrir, chorar, pensar e muito mais, pois a música, como qualquer outra arte, dá mais sabor à vida.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos