O País – A verdade como notícia

Nyusi quer combate cerrado à violação dos direitos humanos

Filipe Nyusi diz que é preocupante que haja alegações de violação dos direitos humanos pelas autoridades, e recomenda a Comissão Nacional dos Direitos Humanos a combater possíveis casos. O Presidente da República falava, hoje, no empossamento da nova direcção da Comissão Nacional dos Direitos Humanos.

Foram empossados 11 membros, dos quais, quatro indicados pela sociedade civil, três pelo primeiro-ministro, vindos dos ministérios da Justiça, da Educação e da Saúde, além de outros três indicados pela Assembleia da República e um indicado pela Ordem dos Advogados.

E o homem da Ordem dos Advogados, Luis Bitone Nahe, é quem vai dirigir a Comissão dos Direitos Humanos, na qualidade de presidente da instituição. Luís Bitone é jurista de formação, docente universitário há mais de 20 anos, além de ser um dos membros fundadores da Ordem dos Advogados.

Luís Bitone substitui no cargo a Custódio Duma, que presidiu a CNDH durante cinco anos.

Bitone será coadjuvado por Felisbela Gaspar, que vem do ministério da Saúde, onde é directora do Instituto Nacional de Medicina Tradicional.

No empossamento, o Presidente da República exigiu combate cerrado à violação dos direitos humanos.

A Comissão Nacional dos Direitos Humanos é uma instituição pública responsável por zelar pelo respeito aos direitos do homem. Os membros da Comissão Nacional dos Direitos Humanos cumprem um mandato de cinco anos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos