O País – A verdade como notícia

Nyusi exige que peritos pautem pela imparcialidade no processo de desarmamento

Arrancou hoje o processo de desarmamento dos homens da Renamo, a cerimónia foi presidida pelo Presidente da República que exige que os peritos que fazem assistência ao processo pautem pela imparcialidade. Filipe Nyusi diz ser este um passo importante para a paz efectiva que se almeja.

Foi a 6 de Agosto de 2018 corrente que o Governo e a Renamo chegaram a entendimento sobre o desarmamento dos homens deste partido e sua integração nas Forças de Defesa e Segurança.

Dois meses depois, Filipe Nyusi deu arranque, este sábado, do processo, que será assistido por peritos internacionais, liderados pelo general Javier Aquino, da Argentina, o mesmo que esteve envolvido no desarmamento dos homens armados na Colômbia, conhecidos como FARC.

Filipe Nyusi pede apoio de todos no processo e destaca que haverá desafios, mas que é estar pronto para enfrentá-los.

Filipe Nyusi agradece a abertura do coordenador interino da Renamo e o apoio do Parlamento para que se chegasse a consensos.

O desarmamento da Renamo e sua integração nas Forças de Defesa e Segurança era o último ainda se fechar das negociações para a paz, sendo que o primeiro é o da descentralização do poder, ora em implementação.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos